O MINISTÉRIO LOCAL

Quando falamos de ministério, estamos falando de experiência própria, algo que não podemos imitar. Deve ser vindo de Deus, e confirmado por Deus. Por isso iremos falar um pouco sobre o que Deus nos concedeu por Sua graça.

Em primeiro lugar, todos que são chamados por Deus, serão levados a procurar a presença de Deus constantemente. E de um desejo muito profundo de se alimentar da Palavra de Deus.

Outro aspecto do ministério que o Senhor nos concedeu, é o aspecto do mover sobrenatural. Após dez anos de ministério, tivemos um mover muito maravilhoso em nosso tabernáculo local, quando o Senhor se manifestou de forma viva e poderosa. No ano de 2007, o Senhor novamente nos concedeu de forma mais intensa Sua presença. Desde então, podemos ver a mão do Senhor se revelando a nós com Seu poder! É comum, quando Deus derrama dons e manifestações em uma igreja local, tal igreja ir para algum extremo. Porém, graças a Deus, sob a liderança do Espírito Santo, sob a ordem da igreja, temos aprendido a lidar com essas experiências maravilhosas. Hoje, podemos estar mais maduros, pois no ministério deve haver esse aspecto também, senão há algo errado.

Um genuíno mover do Espírito produz unidade, resulta em um amor genuíno pelos irmãos. São características que se manifestarão, acima de tudo, por termos recebido a mensagem da hora, de Apocalipse 10:7. Isso nos leva a proclama-la como ela é, sem tirar ou acrescentar, pois Deus é o Seu próprio intérprete. Com isso queremos dizer que não podemos ficar estacionados onde chegamos. É preciso prosseguir, e nesse prosseguir onde o Senhor nos conduz, que iremos receber mais Dele.

Agradeço a Deus pelos irmãos que fazem parte desse ministério, formando assim, a igreja local. Irmãos preciosos que nos acompanham a longos anos.

Enfim, muito poderia ser dito, pois o Espírito Santo sempre nos levará a mais, nos guardando de ismos doutrinários, e conservando-nos na sã doutrina. Somente assim, poderemos fazer parte da verdadeira edificação, conforme Efésios 2:20: edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra de esquina.

A natureza da mensagem é Cristocêntrica.

Comentários